DETERMINAÇÃO DO PONTO DE COLHEITA E MATURAÇÃO EM GENÓTIPO DE ABIU SOB ATMOSFERA MODIFICADA

Alex Guimarães Sanches, Maryelle Barros da Silva, Elaine Gleice Silva Moreira, Fernando Maia Tripoloni

Resumo


O potencial de conservação e a qualidade dos frutos são determinados, principalmente, pelo estádio de maturação em que são colhidos, diante disso o presente trabalho propôs-se determinar o ponto de colheita e o processo de amadurecimento de um genótipo de abiu sob atmosfera modificada. Os frutos foram colhidos em três estádios de maturação: 1 (verdes), 2 (50% verdes e 50% amarelos) e 3 (amarelos). Estes foram armazenados em câmara fria a 10°C por 12 dias. As análises físico-químicas e sensoriais ocorreram em intervalos de três dias sob os seguintes parâmetros: taxa respiratória, produção de etileno, cor da casca, firmeza, sólidos solúveis, acidez titulável, conteúdo de ácido ascórbico e sabor. Houve interação significativa entre o binômio estádio de maturação e tempo de armazenamento para todas as variáveis analisadas. O estádio 3 de maturação teve sua qualidade comprometida em relação aos demais com o aumento do tempo de armazenamento. Considerando que frutos colhidos mais verdes levaram mais tempo para amadurecer, a colheita nos estádios 1 e 2 pode ser interessante do ponto de vista da comercialização.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Acta Iguazu


ISSN 2316-4093 (versão eletrônica)

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Cascavel
Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Energia na Agricultura

Rua Universitária, 1619 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110
E-mail: revista.actaiguazu@unioeste.br