PREFERÊNCIA ALIMENTAR DO CARUNCHO (SITOPHILUS SP) POR HÍBRIDOS DE MILHO (ZEA MAYS) EM ARENA ALIMENTAR

Gissele Maria Blaskoski, Ana Paula Morais Mourão Simonetti, Caroline Beal Montiel

Resumo


Os grãos armazenados são constantemente atacados por insetos, no milho (Zea mays), ocorre infestação por Sitophilus sp, devido a isso, o objetivo do presente trabalho foi avaliar a preferência alimentar do caruncho por diferentes híbridos de milho em arena alimentar. O experimento aconteceu no laboratório de sementes da FAG na cidade de Cascavel, com início em julho de 2015. Os híbridos que constituem os tratamentos são, CD 384 (T1), CD 324 (T2), CD 3765 (T3) e CD 316 PRO2 (T4) totalizando 4 tratamentos com 8 repetições distribuídos em delineamento inteiramente casualizado. Cada orifício lateral recebeu 20 gramas do híbrido e o orifício central 20 insetos adultos, as avaliações de preferência foram realizadas depois de 1, 12, 24 e 48 horas de permanência dos insetos na arena. Os dados foram submetidos a análise de variância (ANOVA) e as médias comparadas pelo teste de Tukey, a 5% e 1% de probabilidade. Em relação ao fator híbrido o CD 324 (9,35%) foi o menos atrativo aos insetos, para fator tempo, a permanência de 1 hora foi que apresentou a menor porcentagem (11,56%), à medida que o tempo aumentava, a permanência na arena teve maior número de  insetos nos tratamentos. Com base nesses resultados conclui-se que o híbrido CD 324 foi o menos atrativo em relação aos demais e que o CD 316 PRO2 foi o mais atraente (20%), e que a atratividade do inseto pelo milho é influenciada pelo tempo de armazenamento. 


Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Acta Iguazu


ISSN 2316-4093 (versão eletrônica)

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Cascavel
Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Energia na Agricultura

Rua Universitária, 1619 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110
E-mail: revista.actaiguazu@unioeste.br