ANÁLISE DE RENDIMENTO INDUSTRIAL DA TILÁPIA DO NILO (OREOCHROMIS NILOTICUS, LINNAEUS, 1758)

Adriano Vitor Azevedo, Aldi Feiden, Adriana Maria de Grandi, Agnaldo Deparis, Francielli Maria Vanin Debona, Kesia Damaris Azevedo Frigo, Vinicius Pimenta Sividanes, Ana Maria da Silva

Resumo

Esse estudo teve como objetivo proporcionar uma análise do processamento da tilápia do Nilo, utilizando-se os rendimentos de tronco limpo e composição centesimal. Este experimento utilizou- se um total de duzentas tilápias, separadas em quatro grupos de pesos (faixas): P1 (180 a 220 g); P2 (280 a 320 g); P3 (380 a 420 g) e P4 (480 a 520 g). Os peixes oriundos de criação em tanques-rede foram processados em ambiente industrial. Para as análises estatísticas, foram utilizadas as análises de variância, seguido do teste F a 5% de significância, e para o teste de médias quando significativo foi aplicado o teste de Tukey. Os pesos médios encontrados foram: P1 (206g), P2 (297g); P3 (382g) e P4 (491g). A análise de rendimento de tronco limpo mostrou-se significativa para as faixas de peso P2 (51,15%), P3 (51,36%) e P4 (53,01%), sendo que, para análise centesimal, o P3 e P4 foram significativos para proteína e gordura. A faixa de peso P2 quanto à relação custo de produção e rendimento industrial é o melhor tratamento para obter o tronco limpo.

Texto completo:

PDF