FÓSFORO NA CULTURA DO CAFÉ COFFEA ARÁBICA

Vinicius Claudino Zortea da Silva, Reginaldo Ferreira Santos, Ivan Werncke, Nelson Melegari de Souza, Carlos Eduardo Camargo Nogueira, Thais Cristina Vidal

Resumo


O fósforo é um dos elementos que promovem arrancada vigorosa, desenvolvimento radicular, florescimento, maturação, formação das sementes e produtividade elevada. O trabalho teve como objetivo avaliar o desenvolvimento inicial de plantas de café em função da variação de aplicação de fósforo. O experimento foi realizado em casa de vegetação da Faculdade Assis Gurgacz, Cascavel – PR, com delineamento experimental inteiramente casualizado, em um mini conjunto de lisímetro de drenagem constituído de 16 vasos de polietileno, com capacidade volumétrica de 0,02 m3. As doses utilizadas de P2O5 foram de 0,0 g, 1,0 g, 2,0 g, 3,0 g, 4,0 g, 5,0 g, 6,0 g e 7,0 g, por planta com aplicação semanal. As plantas foram influenciadas pela aplicação de fósforo. As respostas das equações polinomiais quadráticas, com as doses de 4,2 g, 7,9 g, 4,0 g, para os pontos de máxima produção biométrica de 10,4, 7,96 g, e 6,10 g, respectivamente para número de folhas, massa fresca e massa seca.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Acta Iguazu


ISSN 2316-4093 (versão eletrônica)

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Cascavel
Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Energia na Agricultura

Rua Universitária, 1619 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110
E-mail: revista.actaiguazu@unioeste.br