PRODUÇÃO DE MASSA VERDE E MASSA SECA EM LINHAGENS DE TRIGO COM APTIDÃO PARA DUPLO PROPÓSITO

Paulino Ricardo Ribeiro dos Santos, Paulo Sérgio Rabello de Oliveira, Dermanio Tadeu Ferreira de Lima

Resumo


A integração lavoura e pecuária permite a utilização de trigo na alimentação animal e ainda a produção de grãos, potencializando a propriedade agrícola, criando a oportunidade de oferecer forragem verde no período de carência alimentar. O experimento foi conduzido no Centro de Desenvolvimento e Difusão Tecnológica – CEDETEC em Cascavel no Paraná com o objetivo de avaliar as características de aptidão para forragem de linhagens de trigo (Triticum aestivum). O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com sete tratamentos sendo 7 linhagens de trigo com quatro repetições. A determinação de produção de massa verde e massa seca foi realizada por colheita do material verde e posterior secagem em estufa 65°C até peso constante. O corte foi realizado a uma altura de cinco centímetros do solo nas sete linhas centrais (1 m²) de unidade experimental. A linhagem 6 obteve 2.360 kg ha-1 de massa seca e 6.880 kg ha-1 de massa verde caracterizando essa linhagem como uma boa alternativa de forrageira e a linhagem 3 produziu o menor valor de massa seca e massa verde com 0.530 kg ha-1 e 1.120 kg ha-1 respectivamente. As linhagens de trigo com aptidão para duplo propósito apresentaram diferenças significativas na produção de forragem.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Acta Iguazu


ISSN 2316-4093 (versão eletrônica)

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Cascavel
Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Energia na Agricultura

Rua Universitária, 1619 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110
E-mail: revista.actaiguazu@unioeste.br