Bollnow leitor de Heidegger e de Binswanger

Irene Borges Duarte

Resumo

Em 1945, Otto Friedrich Bollnow publica uma recensão da obra fundamental de Ludwig Binswanger, aparecida em 1942, em que procura desenvolver uma concepção antropológica, tomando como ponto de partida e fundamento a Ontologia Fundamental de Martin Heidegger, tal como fora exposta em 1927, em Ser e Tempo. O presente trabalho consiste na tradução e apresentação desse texto de Bollnow, enquadrando-as numa hermenêutica da existência, desenvolvida por este autor ao longo da sua obra, e na tematização, por ambos os autores, das tonalidades afectivas positivas, muito especialmente como o amor em Binswanger.

Texto completo:

PDF