Análise de jovens no âmbito esportivo: um relato de experiência

Guilherme Bagni, Kauan Galvão Morão, Renato Henrique Verzani, Afonso Antonio Machado

Resumo

Introdução: A psicologia do esporte deve-se atentar à questão dos jovens atletas, já que esta faixa etária apresenta grande importância para o futuro, quer este esportivo ou não, pois os jovens estão em desenvolvimento e tais intervenções possibilitam a formação do indivíduo em sua totalidade. Objetivo: Relatar a experiência vivenciada em um Projeto Social de futsal, elencando os problemas verificados, relacionados à psicologia do esporte, bem como as estratégias propostas. Métodos: Foi utilizado o relato de experiência de um projeto social para atletas de futsal. Por meio das observações verificadas e anotadas, foram propostas estratégias, havendo relato das mesmas, bem como sua eficácia ou não. Resultados: Foi observado que os jovens apresentavam uma atitude agressiva negativa por meio de brigas e discussões durante os treinos e competições. Foram identificados os líderes do grupo e estabelecida uma comunicação com os mesmos, especialmente em relação ao feedback. Toda essa questão levou em consideração o contexto social e, assim, foi trabalhada a questão da coesão, especialmente a social. Todo este processo resultou em melhorias na questão da agressividade inicialmente mencionada. Conclusão: Foram verificadas que as estratégias aqui adotadas tiveram resultados positivos, porém ressalta-se a importância da consideração do contexto, analisando a especificidade e a individualidade de cada caso, o que possibilita a adoção de estratégias eficientes.

 

Background: Sport psychology should pay attention to the issue of young athletes, as this age group has great importance to the future, whether in sport or not, because young people are in development and such interventions enable the formation of the individual in its entirety. Objective: Report the experience of a Social Futsal Project, listing the problems related to sports psychology, as well as the proposed strategies. Methods: Experience report was used as the research method. Observations of a social project for futsal athletes were verified and recorded. Strategies were proposed and evaluated regarding their effectiveness. Results: It was observed that young people showed a negative aggressive attitude through fights and discussions during training and competitions. Group leaders were identified and communication was established with them, especially regarding feedback. This whole issue took into account the social context and thus the question of cohesion, especially the social one, was worked out. This whole process resulted in improvements in the aggressiveness issue initially mentioned. Conclusion: It was verified that the strategies adopted had positive results, but we emphasized the importance of considering the context, analyzing the specificity and individuality of each case, which enables the adoption of efficient strategies.

Palavras-chave

Psicologia do Esporte; Ajuste Emocional; Agressão.

Texto completo:

PDF

Referências

BENSON, A. J.; SISKA, P.; EYS, M.; PRIKLEROVÁ, S.; SLEPICKA, P. A prospective multilevel examination of the relationship between cohesion and team performance in elite youth sport. Psychology of Sport and Exercise, Amsterdam, v. 27, p. 39-46, 2016.

CARRON, A. V. Group dynamics in sport. London: Spody, 1988.

FIGUEIRAS, O. G. Cohesión de equipo. Lecturas Educación Física y Deportes, Revista Digital, Buenos Aires, 2007. Disponível em: . Acessado em: 29 de agosto de 2019.

GABARRA, D. O. O desenvolvimento do papel profissional e o trabalho em grupo para a ampliação e qualidade do atendimento. Revista Brasileira de Psicodrama, São Paulo, v. 16, n. 1, p. 27-44, 2008.

LANDRY, G. L. Benefícios da prática esportiva. In: SULLIVAN, J. A.; ANDERSON, S. J. (Orgs.). Cuidados com o jovem atleta: enfoque interdisciplinar na iniciação e no treinamento esportivo. Barueri: Manole, 2004. p 1-8.

MACHADO, A. A. Psicologia do esporte: da educação física escolar ao esporte de alto nível. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.

MACHADO, A. A.; GOMES, R. Psicologia do esporte – da escola à competição. Várzea Paulista: Fontoura, 2011.

MARTINS, L. A cada dia, ao menos 2 professores são agredidos em escolas estaduais em SP. São Paulo, 2019. Disponível em: . Acessado em: 27 de agosto de 2019.

MORÃO, K. G.; SCHIAVON, M. K.; MACHADO, A. A. A ocorrência de bullying e sua influência no abandono esportivo. Coleção Pesquisa em Educação Física, Várzea Paulista, v. 10, n. 6, p. 25-32, 2011.

SMOLL, F. L.; SMITH, R. E. Conducting sport psychology training programs for coaches: Cognitive-behavioral principles and techniques. In: WILLIAMS, J. M. (Ed.). Applied sport psychology: personal growth to peak performance. 4. ed. Mountain View: Mayfield, 2001. p. 378–400.

VERZANI, R. H.; SCHIAVON, M. K.; MACHADO, A. A. Interferência do bullying no esporte de alto rendimento. Coleção Pesquisa em Educação Física, Várzea Paulista, v. 10, n. 6, p. 95-102, 2011.

WEINBERG, R. S.; GOULD, D. Fundamentos da Psicologia do Esporte e do Exercício. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2017.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário
';