INTELIGÊNCIA ORGANIZACIONAL: PERSPECTIVAS NO SETOR HOSPITALAR NA CIDADE DE CURITIBA, PR

Rodrigo Müller, Newton Correa de Castilho Junior

Resumo

Este trabalho apresenta a Inteligência Organizacional (IO) como disciplina para o
desenvolvimento e fortalecimento de empresas em mercados cada vez mais competitivos.
Encontrada na literatura sob duas perspectivas – processo e produto –, neste estudo a IO foi
abordada sob a perspectiva de processo, apresentada por Matsuda (1992; 1993) e Choo
(1998), como um grupo de atividades que, se desenvolvidas conjuntamente, podem contribuir
para o alcance da IO. Objetiva investigar a utilização dos conceitos de Inteligência
Organizacional por organizações hospitalares da cidade de Curitiba, PR., consideradas
referência em sua área de atuação, de forma que a pesquisa foi aplicada em duas Instituições
de Saúde. A coleta de dados foi dividida em três momentos distintos e, posteriormente,
realizada uma análise de conteúdo. Os resultados apontaram que as organizações hospitalares
participantes desenvolvem ações de IO em suas agendas, porém sem uma programação
integrada dessas atividades. Foi possível identificar as principais ações de IO desenvolvidas
dentro dessas organizações e observar que a IO é uma disciplina integradora, que proporciona
uma reunião de saberes das áreas de administração, atuando como elo entre outras atividades
já consagradas na área de gestão de empresas.

Palavras-chave

Inteligência Organizacional; Gestão da Informação; Gestão de Organizações Hospitalares.

Texto completo:

PDF