EFICIÊNCIA TÉCNICA E ECONÔMICA DO APROVEITAMENTO DE MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO CIVIL NO MUNICÍPIO DE TOLEDO–PR

Tatiani Sobrinho Del Bianco, Camilo Freddy Mendoza Morejon, Jandir Ferrera De Lima

Resumo

O volume de geração resíduos da construção civil (RCC) é inversamente proporcional à eficiência do aproveitamento dos materiais nos processos construtivos. Nesse contexto, esse trabalho apresenta os resultados comparativos do percentual de aproveitamento dos materiais utilizados na construção de casas, sobrados e prédios e sua relação com a geração de resíduos e impactos econômicos na atividade da construção civil. Para tanto, foram considerados como elementos de estudo três tipos de construções: casa, sobrado e prédio. Nessas situações, por meio da especificação das matérias primas, dos produtos e da eficiência de aproveitamento, em cada uma das atividades/etapas do processo de construção civil foi possível sistematizar a relação que existe entre as quantidades de materiais utilizados e as quantidades e tipos de RCC gerados. Os resultados apontam perdas econômicas de R$3,642.93 para casas (75.7% de aproveitamento), de R$ 16.812,43 para sobrados (75% de aproveitamento) e de R$ 86.853,03 para prédios (72.8% de aproveitamento). Desta forma pretende-se demonstrar a necessidade de um melhor aproveitamento dos materiais, nos canteiros de obras, com mão de obra qualificada para minimizar a geração de RCC, bem como a necessidade da implantação de programas coleta seletiva no canteiro de obras.

Palavras-chave

Geração de Resíduos, Construção Civil, Economia Ambiental, Eficiência, Aproveitamento.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.