Uma análise da Relação entre o Estado e o Tráfico de Drogas: o mito do "Poder Paralelo"

Marcelo Navarro de Morais

Resumo

Este trabalho busca desmistificar a expressão, muito utilizada pela mídia contemporânea, “Poder Paralelo”, no que tange a atividade de tráfico ilícito de entorpecente que ocorre nas regiões periféricas das cidades brasileiras e seu suposto enfrentamento com a “ordem social estabelecida”. Busca, outrossim, verificar quais são os pontos de intersecção entre esta atividade tida como ilícita e o Estado, através da necessidade de se garantir, por parte do ente estatal, o discurso da segurança pública e da permanente segregação das pessoas que não participam do modelo produtivo como forma da manutenção do controle social penal.

Palavras-chave

Poder Paralelo; Tráfico de drogas; Estado; Capitalismo; Controle Social

Texto completo:

PDF