MALDIÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS, AMAZÔNIA E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

Marcos Rodrigues, David Costa Correia Silva

Resumo


A maldição dos recursos naturais é uma alegoria que visa explicar a capacidade limitada do mercado e do governo em aproveitar a abundância de recursos naturais para aumentar a capacidade produtiva e a qualidade de vida da sociedade. Sendo a Amazônia uma extensa área com enorme montante de recursos naturais que historicamente basearam seu desenvolvimento econômico, tem-se como o objetivo deste trabalho estudar a relação entre o desenvolvimento socioeconômico na Amazônia e a extração de recursos naturais. A partir da ótica da Nova Economia Institucional (NEI), verificou-se que a abundância de recursos naturais limitou o desenvolvimento socioeconômico amazônico por orientar a formação de instituições que não promoveram a utilização racional de tais recursos. Entretanto, foi possível perceber que tal regra não foi válida para toda a Amazônia e nem para todos os setores produtivos. Alternativas de autogestão ou de setores altamente modernizados como a soja buscam desconstruir este paradigma.


Palavras-chave


Instituições; Crescimento Econômico; Exportações; Sustentabilidade;

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Ciências Sociais em Perspectiva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.