ANÁLISE SOCIOMÉTRICA DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE A PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL

Wagner Belchior Dias, João Eduardo Ribeiro, Thiago de Melo Teixeira da Costa

Resumo

O objetivo deste estudo é identificar e analisar as redes sociais formada pelos pesquisadores das áreas de Administração, Ciências Contábeis, Economia e áreas afins que publicaram artigos científicos sobre Previdência Social no Brasil, buscando compreender o condicionamento social na construção do conhecimento da área. Para tanto, foram construídas redes sociais, a partir de informações de autoria dos trabalhos disponíveis no Portal Capes, no período de 2000 a 2014. O referencial compreendeu 86 artigos que totalizaram 169 autores e 172 relações, analisados por meio do software Gephi. Os relacionamentos sociais expressaram que a rede de autores e coautores é fragmentada, apresentando vários componentes, sendo a maioria de duplas de autores, além disso avaliaram-se individualmente os autores mais centrais, em que a Universidade de São Paulo se destacou como instituição vinculada a grande parte de autores com grande número de colaboradores. No que concerne à centralidade de intermediação e de proximidade, foi observado que houveram mudanças entre os autores com maior pontuação em relação à centralidade de grau, sendo confirmado pela análise de correlação que a colaboração, a intermediação e a proximidade não são fenômenos extremamente relacionados quando o tema é Previdência.

 

Palavras-chave

Previdência Social; Sociometria; Redes Sociais.

Texto completo:

PDF