A CRÍTICA AO MARXISMO POR PARTE DOS OPOSITORES DA “IDEOLOGIA DE GÊNERO”

José Luis Derisso

Resumo

O objetivo central deste artigo é abordar numa perspectiva crítica os argumentos por meio dos quais a questão de gênero tem sido tratada por setores do catolicismo conservador que a denomina “ideologia de gênero” e a identifica como o principal elemento da estratégia marxista de solapar os alicerces da civilização ocidental, a começar pela destruição da família. Esta abordagem respaldou a oposição parlamentar, sobretudo a Bancada Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional, à inclusão da questão de gênero no Plano Nacional de Educação. Identificamos que tais argumentos negam a historicidade das instituições sociais ao naturalizar a família, a moral e a propriedade privada.

Palavras-chave

Gênero; marxismo; religião.

Texto completo:

PDF