INSETOS E O SER HUMANO: O OLHAR DE ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL EM PRODUÇÕES TEXTUAIS

Leticia Azambuja Lopes, Mariela Valduga, Rossano André Dal-Farra

Resumo

A perda da biodiversidade é assunto atual e preocupante em todas as esferas sociais, incluindo o processo educacional. Nesse sentido, estudar os insetos é relevante em virtude da presença crucial destas espécies para a manutenção da biodiversidade no Planeta. Assim, as preocupações com a conservação das espécies são imprescindíveis no contexto educacional, demandando aos professores que identifiquem temáticas a serem problematizadas com os estudantes integrando os saberes conceituais à construção de reflexões e atitudes que proporcionem um olhar diferenciado e crítico acerca do que foi estudado. No intuito de analisar o olhar dos estudantes do 7° ano do Ensino Fundamental em relação aos insetos, 49 alunos realizaram produções textuais sobre estes animais. Os textos foram analisados por meio da Análise de Conteúdo, os dados categorizados e quantificados por meio das ferramentas da Estatística Descritiva, apontando as principais concepções sobre os insetos por parte dos estudantes. Os resultados indicaram predominância de concepções negativas relacionadas aos insetos, principalmente baratas e moscas, ao contrário das borboletas. Osalunos demonstraram conhecimentos prévios relevantes sobre morfologia, mas a classificação taxonômica foi indicada de forma errônea para animais específicos. O conjunto de dados analisados adjacente às observações das atividades ao longo do ano letivo indicou a premência de abordar a questão dos insetos associados às relações ecológicas, assim como a inserção do ser humano neste âmbito, tornando o ensino de ciências um campo fértil para aplicação de estratégias de ensino que proporcionem aos estudantes reflexão a respeito da importância das espécies para a vida na Terra.

Palavras-chave

Ensino de Ciências; Produção Textual; Insetos.

Texto completo:

PDF