3.100KM ENTRE PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DESCOLONIALIZANTES: EXPERIÊNCIAS DIDÁTICAS NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES

Ivan Fortunato, Raphael Alves Feitosa

Resumo

Este artigo é constituído pela análise de dois relatos de experiência com educação ambiental descolonializante, sendo um desenvolvido no curso de licenciatura em física no Instituto Federal, câmpus de Itapetininga, interior de São Paulo, e o outro no curso de licenciatura em biologia, da Universidade Federal do Ceará. Separados geograficamente por cerca de 3100 quilômetros, o objetivo é o de colocar nossas práticas ambientalmente educativas em evidência e no mesmo plano de equivalência para que, na reflexão interdisciplinar, possamos cooperativamente aprender e ensinar formas mais longevas de educação ambiental.

Texto completo:

PDF