A INTRÍNSECA RELAÇÃO ENTRE O ESTADO CAPITALISTA E AS POLÍTICAS SOCIAIS

Daiane A. R. Becker, Edaguimar Orquizas Viriato

Resumo

O objetivo do artigo consiste em analisar as características do Estado Capitalista, considerando as formas de organização que este foi assumindo no cenário histórico, a partir do século XVIII, assim como sua relação com as políticas sociais. Utilizamos de estudos que analisam o Estado Capitalista e as Políticas Sociais. Evidencia-se que as políticas sociais são resultantes dos embates das forças sociais, onde a luta de classes e a relação de dominação de uma classe sobre a outra precisa ser mediada pelo Estado. Desta forma, a garantia de um mínimo, faz-se necessária, à medida que possibilita o trabalhador manter-se ativo no processo produtivo, por meio da venda de sua força de trabalho. Salienta-se que o estudo faz parte da dissertação de Mestrado desenvolvida no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação Nível de Mestrado/PPGE, na UNIOESTE/Cascavel, cujo objetivo consistiu na análise dos princípios pedagógicos referentes à formação discente contidos na legislação voltada aoensino médio e à educação profissional técnica de nível  médio, após a LDB 9394/96.

Texto completo:

PDF