FILOSOFIA POSITIVA E O MITO DA NEUTRALIDADE DO CONHECIMENTO

Maria Isabel Moura Nascimento, Carla Michele Ramos Torres, Gláucia Andreza Kronbauer

Resumo

Este artigo tem como objeto de estudo a Filosofia Positivista e a crítica Marxista à luz do materialismo histórico dialético, e procura problematizar o mito da neutralidade científica que fundamenta o método positivista em contraposição a concepção de ciência na perspectiva da sociedade de classes. O trabalho explicita o contexto histórico e a materialidade dos pensadores das duas correntes teóricas; discute suas concepções de formação humana, de sociedade e de história, e por fim identifica os fundamentos e as implicações do positivismo e do marxismo para a produção do conhecimento. Considerando que a construção do conhecimento ocorre a partir das disputas ideológicas existentes num determinado contexto histórico, concluímos que o positivismo e o marxismo expressam no campo teórico e prático o antagonismo de classes existente no modo de produção capitalista.   

Palavras-chave

Conhecimento. Sociedade de Classes. Positivismo

Texto completo:

PDF