A EDUCAÇÃO COMO CALEIDOSCÓPIO DO HUMANO: REFLEXÕES SOBRE A ESCOLA E A MÍDIA

Maria Soberana de Paiva, Karlla Christine Araújo Souza, Jucieude Lucena Evangelista, Ailton Siqueira de Sousa Fonseca

Resumo

Partindo dos princípios da teoria da complexidade humana, buscamos tecer neste trabalho reflexões sobre as características cosmológicas e culturais que constituem o ser humano e a possibilidade de aliá-las ao ensino formal escolar, objetivando um ensino completo para a vida. Acreditamos na necessidade da instituição escolar em utilizar os conteúdos midiáticos como fontes de apoio a esse processo, pois os mesmos falam ao íntimo humano e possuem a empatia e familiaridade necessária para tocar os jovens aprendizes. Utilizamos os pressupostos teóricos desenvolvidos por Edgar Morin; Borys Cyrulnik e Orozco Gomes para compreendermos o desenvolvimento da condição humana no sujeito, e as proximidades e disparidades possíveis entre a mídia e a escola nesse processo. As pesquisas acadêmicas “A televisão na escola” e “Sobre imagens, pensamento e educação: narrativa de uma caminhada ao encontro do sujeito imaginador na escolaembasam nossas reflexões e apontam para a necessidade da integração entre os conteúdos pedagógicos e os conteúdos midiáticos e envolver o aprendizado para o humano. Defendemos que ensinar para o humano compreende incluir todas as variáveis que compõe esse ser, que o singularizam diante das outras espécies de seres vivos e conscienciais. Ensinar para o humano significa refletir sobre seus processos e dilemas interiores aliados às pulsões externas que emanam da sociedade.

Palavras-chave

Condição Humana; Educação; Mídia.

Texto completo:

PDF