PENSANDO A AMIZADE NO MUNDO VIRTUAL

Maria Cristina Rocha Barreto

Resumo

A virtualização das relações faz repensar as coordenadas espaciais e temporais como algo que deve ser constantemente problematizado. Várias pessoas possuem amigos que nunca viram pessoalmente, mas que cultivam essa relação por muito tempo, comunicando-se apenas pela internet. Declaram-se amigos pela sintonia, pelo ombro dado, pela presença constante apesar da ausência física. Evidencia-se então que as relações de amizade não dependem da presença física, já que consistem na consideração e afeição de um indivíduo pelo outro, e de uma conexão afetiva duradoura. Este trabalho tem o objetivo discutir algumas transformações assumidas pelas relações de amizade entre alguns jovens brasileiros, com idades entre 15 e 17 anos, a partir da utilização da internet e dos dispositivos móveis como meio de aproximação e troca de experiências.

Texto completo:

PDF