A diferença na igualdade: gênero e repressão política nas ditaduras militares do Brasil e da Argentina

Mariana Joffily

Resumo

A  proposta  desse  artigo  consiste  em investigar as  estratégias  repressivas no Brasil  e na Argentina,  durante  as  ditaduras  militares, destacando  as  questões  de  gênero  envolvidas  na
violência  política. A  fonte  para  esse  estudo  são  os relatórios de  justiça  e verdade  elaborados,  seja por grupos ligados à defesa dos direitos humanos (Brasil: nunca mais),  seja pelo governo civil que  sucedeu os presidentes militares  (Nunca más argentino).

Palavras-chave

repressão política; ditadura militar; violência

Texto completo:

PDF