A doença mental como tema: uma análise dos estudos no Brasil

Ana Teresa A. Venancio, Janis Alessandra P. Cassilia

Resumo

O  artigo  faz  um  balanço  bibliográfico  das  formas como o tema da doença mental tem sido tratado pela literatura especializada  no  Brasil.  Nesta  direção,  discorre  sobre  os principais  textos,  seus  autores  e  filiações  teóricas,  tratando particularmente  dos  trabalhos  considerados  clássicos,  dos estudos influenciados por Michel Foucault, e das contribuições elaboradas  a  partir  da  interlocução  da  história  com  a perspectiva cultural, em especial as análises antropológicas que tem  gerado  trabalhos  representativos  de  uma  antropologia histórica.  Nos  estudos  clássicos  aponta  o  desenvolvimento incipiente  do  tema  da  doença  mental,  preterido  pela centralidade concedida ao caráter científico e assistencial da
psiquiatria. E, no que se refere às análises que privilegiam uma
visada cultural, ressalta o caráter multifacetado que a questão da doença mental assume.

Palavras-chave

doença mental, psiquiatria, história, antropologia, Brasil

Texto completo:

PDF