A PRÁTICA DA LEITURA NO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA

Isabela Lima Braz Guedes

Resumo

Este estudo objetiva investigar como se dá a leitura no curso de Secretariado Executivo da Universidade Estadual de Londrina, verificando os níveis de compreensão em leitura em que se encontram os alunos das quatro séries do curso e incentivar os docentes à formação de leitores no âmbito de suas disciplinas. Elencou-se como problema de pesquisa o questionamento: por que a leitura é tão incipiente no curso de Secretariado Executivo da universidade Estadual de Londrina? Como hipóteses partiu-se do princípio que há pouco incentivo por parte dos docentes e pouca iniciativa por parte dos alunos, especialmente por haver pouco estímulo à leitura nas séries iniciais de aprendizagem. Para responder aos questionamentos elencados optou-se por um percurso metodológico que iniciou-se por um estudo exploratório, contemplando análise documental. Empregar-se-á também a pesquisa quantitativa, com um instrumento de coleta em forma de questionário, aplicado aos alunos das quatro séries do curso de secretariado Executivo da Universidade Estadual de Londrina. Para complementar a pesquisa será empregada também a abordagem qualitativa, com um instrumento de coleta em forma de teste cloze, que constitui-se de um texto, previamente validado, onde o aluno deverá completar lacunas usando de sua capacidade de compreensão e seu conhecimento anterior sobre leitura. O universo da pesquisa se constituiu pelos discentes das quatro séries do curso, perfazendo aproximadamente 160 questionários preenchidos juntamente como o teste cloze. O eixo teórico está ancorado nos preceitos de Paulo Freire, Isabel Solé, Ângela Kleiman e Lucinea Rezende, e confrontados com as pesquisas do Instituto Pró-livro acerca da temática leitura. Com este estudo intende-se analisar as formas de inserção da leitura no curso de Secretariado Executivo, bem como despertar o gosto pela leitura dos alunos e dos docentes do curso.

Palavras-chave

Leitura; Secretariado Executivo; Formação de Leitores

Texto completo:

PDF