A EXPERIÊNCIA INTERDISCIPLINAR DO SECRETARIADO EXECUTIVO NA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: O EXEMPLO DA OFREDTEC DA UNICENTRO

Daniela do Amaral Oliveira Gardin, Caroline Monteiro, Luciane Fontana Matoso Silva, Ana Paula Godofredo

Resumo

Este estudo teve o objetivo de apresentar a experiência interdisciplinar do curso de Secretariado Executivo para a execução da ação extensionista "Oficina de Redação Técnica: aperfeiçoando a comunicação organizacional da Universidade Estadual do Centro-Oeste, Unicentro, OfRedTec". Trata-se de uma pesquisa de natureza descritiva, de abordagem qualitativa. Este relato de experiência apresentou a vivência de um grupo de acadêmicos e docentes participantes de um projeto de extensão universitária, voltada à redação oficial e comunicação organizacional da comunidade acadêmica da Unicentro. Concluiu-se que discentes e docentes envolvidos reconheceram na iniciativa extensionista uma oportunidade de aplicação teórico-prática de seus conhecimentos no âmbito da comunicação organizacional escrita. E, por outro lado, a comunidade universitária teve acesso a um ambiente propício ao assessoramento redacional técnico.

Palavras-chave

Extensão Universitária; Interdisciplinaridade; Secretariado Executivo

Texto completo:

PDF

Referências

ALMEIDA, L.H.R.B.; ROCHA, F.C.; NASCIMENTO, F.C.L.; CAMPELO, L.M. Ensinando e aprendendo com portadores de Esclerose Múltipla: relato de experiência. Revista Brasileira de Enfermagem, v.60, n.4, p.460-463, 2007.

ALVES, M. B. N. Redes de Conhecimento Colaborativas: uma estratégia de inovação. In: International Symposium on Technological Innovation. Encontro Nordestino de Etnobiologia e Etnoecologia: Propriedade Intelectual e Conhecimento Tradicional, 1., Aracaju, 2015. Proceedings: Aracaju ISTI, 2015. p. 18-26.

BRASIL. Constituição. Constituição da República Federativa do Brasil.

Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

_______. Diretrizes curriculares nacionais para o ensino médio. Parâmetros curriculares nacional – Ensino Médio, Vol. 1. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria da Educação Média e Tecnológica, 1999.

_______. Conselho Nacional de Educação. Resolução nº CES/CNE 3, de 23 de junho de 2005. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de 143 graduação em Secretariado Executivo. Disponível em Acesso em 13 fev. 2018

CARBONARI, M. E. E.; PEREIRA, A. C. A extensão universitária no Brasil, do assistencialismo à sustentabilidade. Revista de Educação, Itatiba, v. 10, n. 10, p. 23-28, 2007.

CÉSAR, S. B. A Indissociabilidade Ensino, Pesquisa, Extensão e a Gestão do Conhecimento: Estudo em universidade brasileira. 2013. Projeto de Pesquisa (Mestrado em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento) – Universidade Fumec, Belo Horizonte, Minas Gerais, 2013.

CHAUÍ, M. A universidade pública sob nova perspectiva. Revista Brasileira de

Educação. Rio de Janeiro, n. 24, p. 5-15, 2003. Disponível em: Acesso em: 9 fev. 2018.

CRESWELL, J. W.; PLANO CLARK, V. L. Pesquisa de métodos mistos. 2.ed. Porto Alegre: Penso, 2013.

FAZENDA, I. C. A. Utilidade, valor e aplicabilidade da interdisciplinaridade. In: Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro: efetividade ou ideologia. São Paulo: Loyola, 2011. 73-85.

_______. Interdisciplinaridade: didática e prática de ensino. Interdisciplinaridade. São Paulo, v.1, n.6, - abr. 2015. São Paulo: PUCSP, 2015. 9-17.

FORPROEX. Política Nacional de Extensão Universitária. Manaus, 2012. Disponível em: . Acesso em: 5 fev. 2018.

GODOY, A. S. Estudo de caso qualitativo. In: GODOI, C. K. Org(s). Pesquisa Qualitativa em Estudos Organizacionais. São Paulo: Saraiva: 2010. 115-146.

JEZINE, E. As práticas curriculares e a extensão universitária. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, 2., 2004, Belo Horizonte. Anais...Belo Horizonte, 2004. Disponível em: . Acesso em: 12 fev. 2018.

MACKE, J. A pesquisa-ação como estratégia de pesquisa participativa. p. 207 a 236. In: GODOI, C. K.; BANDEIRA-DE-MELLO, R.; SILVA, A. B. (org.). 2.ed. Pesquisa qualitativa em estudos organizacionais: paradigmas, estratégias e métodos. São Paulo: Saraiva, 2010.

MINAYO, M.C.O. Desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec, 2007.

MOITA, F. M. G. da S. C; ANDRADE, F. C. B. de. Ensino-pesquisa-extensão: um exercício de indissociabilidade na pós-graduação. Revista Brasileira de Educação, v. 14 n. 41 maio/ago. 2009. 269-280.

REDE NACIONAL DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Documentos. Plano Nacional de Extensão Universitária, 2001. Disponível em: Acesso em: 12 fev. 2018.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1999.

SMOLE, Kátia S., DINIZ, Maria I. Ler, escrever, resolver problemas: habilidades básicas para aprender matemática. Porto Alegre, RS: Artmed Editora, 2001.

THIOLLENT, M. Pesquisa-ação nas organizações. São Paulo: Atlas, 1997.

UMBELINO, M.; ZABINI, F. O. A importância da interdisciplinaridade na formação do docente. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO SUPERIOR, 2014, Sorocaba. Anais .... Sorocaba, Programa de Pós Graduação em Educação, 2014. p. 1-8.

UNICENTRO, Resolução nº 128/2014- COU/Unicentro, de 6 de novembro de 2014. Aprova as alterações do Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Secretariado Executivo, Bacharelado, da UNICENTRO, Campus Santa Cruz. Disponível em: . Acesso em: 13 fev. 2018.

VAZ, C. de F. M.; STOCCO, J. A. P.; OLIVEIRA, I. R. de. A extensão universitária no Secretariado Executivo: algumas contribuições do projeto Super’ação – secretariado vai à escola. Cataventos. Cruz Alta, v. 1, 2014. Disponível em < http://revistaeletronica.unicruz.edu.br/index.php/Cataventos/article/view/565> Acesso em: 5 fev. 2018.