O PAPEL DA RETÓRICA NA LEGITIMAÇÃO DO DISCURSO CIENTÍFICO DO SECRETARIADO EXECUTIVO

Cláudia Maria Serino Lacerda Muniz, Ivo José Dittrich

Resumo

Esta pesquisa analisa as estratégias retóricas utilizadas por Raimundo Nonato Júnior, na obra Epistemologia e Teoria do Conhecimento em Secretariado Executivo: a Fundação das Ciências da Assessoria, para convencer o meio acadêmico da necessidade de estabelecimento desta área com os próprios domínios científicos. Assim, procura identificar, com base na Teoria Retórica do Discurso e nos conceitos da Análise do Discurso de linha francesa, como o referido autor (orador) sustenta a tese de que o Secretariado Executivo precisa se consolidar como área de conhecimento autônoma. A fundamentação teórica se dá por meio de autores como Aristóteles (2002), Perelman (2005), Maingueneau (2005), dentre outros necessários à transversalidade da análise. Os exames conferem credibilidade ao orador, pela ampla e interdisciplinar bibliografia utilizada, e confirma a importância da Retórica para desconstrução das imagens estereotipadas da profissão, bem como sua efetividade na legitimação do discurso científico da área.

Palavras-chave

Retórica. Secretariado Executivo. Ciências da Assessoria.

Texto completo:

PDF

Referências

AMOSSY, Ruth. (Org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. São Paulo: Contexto, 2005.

ARISTÓTELES. Retórica. Trad.: Manuel Alexandre Júnior, Paulo Farmhouse Alberto, Abel do Nascimento Pena. 1 ed. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1998.

CHARAUDEAU, Patrick. O ethos, uma estratégia do discurso político. In: ______. Discurso político. São Paulo: Contexto, 2008.

DITTRICH, Ivo José. Análise retórica do discurso: reflexões teórico-metodológicas. In: Intersecções. Jundiaí - SP, ed. 21, ano 9, nº 4, Nov, 2016, p. 46-65.

____. O discurso de Lutero contra os camponeses: retórica da ação. Antares, vol. 4, nº 8, jul./dez. 2012.

____. Por uma retórica do discurso:Argumentação técnica, emotiva e representacional. Alfa, São Paulo, 52 (1): 21-37, 2008.

DURANTE, Daniela Giareta. A evolução da profissão secretarial por meio da pesquisa. In: Pesquisa em Secretariado: Cenários, Perspectivas e Desafios. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2012.

FOUCAULT, Michel. Poder y Estrategia In: Microfísica del poder, Las ediciones de La Piqueta, Madrid, 1980.

MAÇANEIRO, Marlete Beatriz. A construção da identidade científica em Secretariado Executivo. In: Pesquisa em Secretariado: Cenários, Perspectivas e Desafios. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2012.

MAINGUENEAU, Dominique. Gênese dos Discursos. Curitiba: Criar, 2005.

NONATO JÚNIOR, Raimundo. Epistemologia e teoria do conhecimento em Secretariado Executivo: a Fundação das Ciências da Assessoria. Fortaleza: Expressão Gráfica, 2009.

PARRET, Herman. A estética da comunicação: para além da pragmática. Trad.: Roberta Pires de Oliveira. Campinas: Ed. da Unicamp, 1997.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e Discurso - uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas, Editora da Unicamp, 1995.

PERELMAN, Chaim; OLBRECHTS-TYTECA, Lucie. Tratado da argumentação: a nova retórica. Trad.: Maria Ermantina Galvão. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

REBOUL, Olivier. Introdução à retórica. Trad.: Ivone Castilho Benedetti. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE SECRETARIADO - SBSEC. Carta aberta à sociedade. Disponível em: https://Secretariadounioeste.com/_files/200000642-5779858736/_Carta_aberta-vers%C3%A3o.pdf. Acesso em: 9 fev. 2018.