A IMPORTÂNCIA DA POLIDEZ NA REDAÇÃO COMERCIAL

Huanda Helen Terrazas Loza, Luzia Schalkoski Dias

Resumo

Dado que a comunicação escrita faz parte do cotidiano do
mundo empresarial, neste artigo nós nos propomos a aprofundar a
compreensão do fenômeno da polidez e analisar sua aplicação à atividade
de redação comercial desempenhada pelo profissional de Secretariado.
Assim, pretende-se identificar as principais características apontadas pelos
manuais para uma redação comercial eficaz; comparar a visão de diferentes
autores sobre a importância da polidez nos escritos comerciais em
português e espanhol; e verificar se o conceito de polidez da Teoria de
Brown e Levinson (1987) pode ser aplicado às redações comerciais. A
pesquisa descritivo-exploratória parte do exame de três cartas, duas de
reclamação e uma de solicitação. A partir da análise dessas cartas, buscouse
evidenciar como o uso da polidez linguística pode contribuir para a
maior eficácia nas negociações, principalmente quando estas envolvem
situações de conflito de interesses. Tomando-se como referência a Teoria
de Brown e Levinson (1987) sobre a polidez linguística, que leva em
consideração certas necessidades das imagens sociais do locutorinterlocutor
ou escritor-leitor, buscou-se relacionar alguns procedimentos
linguísticos que podem ser usados na redação comercial às necessidades de
imagem dos envolvidos. Finalmente, salienta-se que esta perspectiva traz
uma importante contribuição à atividade de redação comercial, pois
evidencia que a expressão da polidez verbal vai além das simples fórmulas
de polidez/cortesia ou das formas de tratamento que indicam deferência.

Texto completo:

PDF