INTERCÂMBIOS CULTURAIS E A FORMAÇÃO ACADÊMICA DE ESTUDANTES DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DA UFV

Lívia Lacerda Reis, Lélis Maia de Brito, Marcelo Mendonça Vieira, Lara Lúcia da Silva

Resumo

A presente pesquisa analisou a relação entre a participação em programas de intercâmbio e a formação acadêmica da turma de 2007 do curso Secretariado Executivo Trilíngue da Universidade Federal de Viçosa (UFV). Trata-se de um estudo de caso que teve como objetivo discutir a importância desta experiência para a complementação da formação acadêmica, bem como os principais objetivos destes estudantes ao se submeterem a programas de intercâmbio, além de apontar as habilidades desenvolvidas neste período ligadas ao profissional de secretariado executivo. Foram identificados os programas realizados por estes estudantes e os pontos positivos e negativos desta experiência internacional, bem como a influência que esta teve na empregabilidade destes alunos. Por meio da análise dos dados, foi possível constatar que o intercâmbio é uma atividade extracurricular que atua positivamente na formação destes futuros profissionais, uma vez que, através deste, os estudantes desenvolvem habilidades exigidas pelo mercado de trabalho atual, como a fluência em outro idioma, a flexibilidade, o trabalho em grupo e o conhecimento de outras culturas.

Palavras-chave

Intercâmbio cultural. Secretariado Executivo. Empregabilidade.

Texto completo:

PDF