O ENIGMA DE FELDSTEIN-HORIOKA NO BRASIL

Sergio R B Gadelha, Saulo Medeiros

Resumo


O propósito deste estudo é investigar o enigma de Feldstein-Horioka (1980) para o caso brasileiro, utilizando dados macroeconômicos trimestrais abrangendo o período de 1996:01 a 2013:02. Os resultados obtidos são estatisticamente significativos com coeficiente de retenção da poupança igual a 0,74, retratando a situação de moderada a baixa mobilidade de capitais para o Brasil. 

Palavras-chave


Mobilidade Internacional de Capitais, Poupança-Investimento, Feldstein-Horioka Puzzle, Quebra Estrutural

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Faz Ciência


ISSN 1677-0439 (versão impressa) – ISSN 1983-148X (versão eletrônica)

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Francisco Beltrão

Rua Maringá, 1200 - Bairro Vila Nova

Francisco Beltrão – Paraná - CEP: 85605-010

revista.fazciencia@unioeste.br |