VISÃO DE MUNDO E AGROECOLOGIA: O CASO DOS AGRICULTORES DE MEDIANEIRA - PARANÁ

Evandro De Oliveira, Adilson Francelino Alves

Resumo

Observando a paisagem da agricultura do Oeste do Paraná tomado pela agricultura convencional é difícil acreditar que algum agricultor opte pela agroecologia. Todas as evidências econômicas, técnicas e produtivas estão contra essa decisão. No entanto um pequeno grupo de agricultores se mantém fiéis a esse tipo de agricultura. Este artigo parte então da seguinte pergunta por que praticar a agroecologia? E por que, depois de aderir a ela alguns desistem? Para dar conta dessa pergunta optamos por explicitar a voz dos próprios atores, adotando uma metodologia que evidenciasse a interação entre visão de mundo e agroecologia, ou seja, quais fatores culturais, sociais, econômicos influenciam produtores rurais a adotarem e manterem a agroecologia, bem como também não adotarem e não manterem a mesma. Para isso utilizamos como metodologia de pesquisa o Método Documentário, proposto por Karl Mannheim no início do século XX, que se propõe a analisar como se forma a visão de mundo e como ela orienta as ações dos sujeitos. Quando foi proposta essa metodologia rompia com a visão positivista que imperava nas ciências sociais da época e ainda hoje tem capacidades explicativas muito úteis que procuraremos demonstrar no artigo.

Palavras-chave

Cultura, Agroecologia, produtores rurais

Texto completo:

PDF