A EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMO PRÁXIS DA CTS FRENTE AS QUESTÕES AMBIENTAIS

Lígia Marcelino Krelling, Eloy Fassi Casagrande Junior, Marcia Rodrigues da Silva Zago

Resumo


O objetivo desse ensaio é  a apresentar  uma reflexão sobre a importância da Educação Ambiental na busca de um novo paradigma de sociedade, destacando uma abordagem em que teoria e prática devem caminhar juntas para que sejam estabelecidas novas e melhores formas de tratar e discutir as questões sobre o meio ambiente, destacando as relações de ciência e tecnologia nas relações sociais e ambientais.A introdução traz uma visão de como a Educação Ambiental surgiu no território Brasileiro influenciado pelos movimentos que aconteciam no mundo.Nesse contexto é abordado os movimentos de CTS( Ciência Tecnologia e Sociedade) que questionam as problemáticas ambientais e sociais sempre procurando  que os atores envolvidos  nas mesmas tenham suas vozes respeitadas.Para tanto o texto traz uma visão da Sustentabilidade defendida por Sachs,considerando as dimensões ambientais, culturais,sociais e econômicas.Para finalizar  destaca-se que os Movimentos CTS e a criação da Educação Ambiental caminharam lado a lado, salienta-se  a importância de propostas que possibilitem mudanças de posturas frente aos problemas ambientais, já que o ob­jetivo da educação é a formação do indivíduo. Assim, nasce a necessidade de alfabetizar indivíduos em ciência e tecnologia, contextualizando os conte­údos científicos.


Palavras-chave


Educação Ambiental.CTS.problemática ambiental.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2020 Revista Faz Ciência

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista Faz Ciência


ISSN 1677-0439 (versão impressa) – ISSN 1983-148X (versão eletrônica)

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Francisco Beltrão

Rua Maringá, 1200 - Bairro Vila Nova

Francisco Beltrão – Paraná - CEP: 85605-010

revista.fazciencia@unioeste.br |