O ESTADO BRASILEIRO E A POLÍTICA DE FINANCIAMENTO PARA A EDUCAÇÃO: UMA REFLEXÃO PRELIMINAR SOBRE O FUNDEF

Gilmar Fiorese

Resumo


Com o propósito de analisar alguns aspectos da política de financiamento para a educação adotada pelo Estado brasileiro, este
artigo pretende: explicitar a educação como atividade prática da
sociedade e sua inserção no processo de desenvolvimento
econômico; analisar, a partir dos conflitos e problemas da sociedade
capitalista, a função reguladora desempenhada pelo Estado e, assim,
manter o controle destes conflitos; reconhecer na legislação e nas
políticas educacionais a presença dos interesses do capital, e neste
processo, contraditoriamente, a possibilidade de atendimento dos
interesses dos trabalhadores.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Faz Ciência


ISSN 1677-0439 (versão impressa) – ISSN 1983-148X (versão eletrônica)

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Francisco Beltrão

Rua Maringá, 1200 - Bairro Vila Nova

Francisco Beltrão – Paraná - CEP: 85605-010

revista.fazciencia@unioeste.br |