BASE ECONÔMICA E DESENVOLVIMENTO LOCAL: ESTUDO DE CASO NO MUNICÍPIO CANAVIEIRO DE MIRANDÓPOLIS-SP

Bruno Astolphi Montagnhani, Pery Francisco Assis Shikida

Resumo

Este trabalho tem o objetivo de analisar a importância da agroindústria canavieira como base econômica, na geração de empregos e no desenvolvimento local do município de Mirandópolis-SP. Para isso utilizou-se o modelo da Teoria da Base Econômica como forma de estimar o emprego base e seu efeito multiplicador sobre o emprego não-base. No município, em 2009, foram gerados 3.447 empregos formais, sendo 1.458 no setor base (de exportação) e 1.989 no setor não-base (de mercado local). O multiplicador de emprego calculado foi de aproximadamente 2,36. A evolução dos indicadores de desenvolvimento local se mostrou mais favorável após a instalação da agroindústria canavieira no município. Entretanto, é importante lembrar que os dados não devem ser creditados única e exclusivamente à atuação da agroindústria canavieira, devendo-se considerar também a participação do Estado neste processo através da adoção de políticas sociais e de desenvolvimento local.

Palavras-chave

agroindústria canavieira, desenvolvimento local, empregos

Texto completo:

PDF