FATORES DE INFLUÊNCIA DO PROCESSO DECISÓRIO

Reginaldo Ferreira Barreiros, Roberto Max Protil, Vilmar Moreira Rodrigues

Resumo

Neste artigo são apresentados e discutidos os resultados de uma pesquisa empírica sobre o processo decisório nas cooperativas agropecuárias do estado do Paraná.  A pesquisa de natureza exploratória e descritiva abordou o universo das sessenta e duas cooperativas agropecuárias singulares do estado. Para o levantamento de dados foram utilizados três questionários: o primeiro direcionado para um administrador, o segundo para um dirigente e o terceiro para um cooperado. Os construtos utilizados para aferição da percepção dos respondentes quanto à natureza do processo decisório foram compostos de cinco perguntas caracterizadoras do modelo da racionalidade limitada e quatro perguntas caracterizadoras do modelo político. Foram avaliadas, por meio de análise de correlação, a influência de diferentes fatores sobre a natureza do processo decisório em nível estratégico das cooperativas, tais como faturamento e porte das cooperativas e homogeneidade dos quadros sociais. Concluiu-se que as variáveis relativas às características intrínsecas das cooperativas, como faturamento, número de cooperados ativos e grau de industrialização, apresentaram correlações mais consistentes e significativas com a natureza do processo decisório, em relação àquelas apresentadas pelas características dos quadros sociais, em especial às relativas à homogeneidade dos cooperados. 

Palavras-chave

Cooperativismo; Processo decisório; Administração estratégica.

Texto completo:

PDF