ESTIMATIVA DO CUSTO MÉDIO PONDERADO DE CAPITAL EM COOPERATIVAS AGROPECUÁRIAS: APLICAÇÕES DO MODELO DE ASWATH DAMODARAN

Régio Marcio Toesca Gimenes, Almir Ferreira de Sousa, Miguel Angel-Uribe Opazo, Isabel Cristina Gozer, Emílio Araujo Menezes, Fátima Maria Pegorini Gimenes

Resumo

Este artigo tem como objetivo estimar o custo médio ponderado de capital de uma cooperativa agropecuária localizada no noroeste do estado do Paraná, utilizando-se o modelo de Aswath Damodaran. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica para a construção da fundamentação teórica do artigo, bem como, a pesquisa documental, com a finalidade de extrair os dados dos demonstrativos financeiros – balanço patrimonial e demonstração das sobras do exercício da cooperativa, objeto deste estudo de caso. Os resultados apurados permitem concluir que o custo médio ponderado de capital da cooperativa em estudo foi de 14,94% ao ano no exercício fiscal de 2002. Essa taxa foi composta pelo custo dos recursos próprios ajustados ao risco das atividades da cooperativa, cujo valor atingiu 11,58% ao ano e pelo custo liquido dos recursos de terceiros com uma taxa de 19,05% ao ano. Fica evidente que o maior impacto no custo médio ponderado de capital foi a utilização de recursos captados via operações cambiais (24,99%) a um custo 58,31% ao ano. Verifica-se que essas operações representaram 67,92% do custo total dos recursos de terceiros.

Palavras-chave

Cooperativismo Agropecuário; Custo de Capital; Modelo Damodaran; Estrutura de Capital.

Texto completo:

PDF