Fatores de crescimento das receitas das exportações brasileiras de café

Mônica de Moura Pires, Marília Fernandes Maciel Gomes, Jaênes Miranda Alves, Patrícia Lopes Rosado

Resumo

Este trabalho objetiva analisar o comportamento da receita obtida com as exportações de café por meio das taxas de crescimento das variáveis preço do produto no mercado internacional, quantidade exportada, taxa de câmbio e políticas governamentais. Para tanto, foi utilizado o modelo shft-share, adotando-se como período de análise os anos compreendidos entre 1989 e 2001. Os resultados permitem verificar que a variável preço é a mais relevante na determinação do comportamento da receita e em menor intensidade as outras variáveis incorporadas no modelo. Mesmo assim, observa-se que as receitas, durante o período analisado, crescem a uma taxa de 2% a.a. Tal comportamento indica que as mudanças estruturais as quais a atividade cafeeira foi submetida não impediram o bom desempenho da cultura, fato este percebido por meio da variável receita advinda das exportações brasileiras de café.

Texto completo:

PDF