MULHERES ADMINISTRADORAS NAS EMPRESAS DE SOFTWARE DA CIDADE DE PATO BRANCO: UM OLHAR ATRAVÉS DO FENÔMENO DO TETO DE VIDRO

Eliziane Buhl, Liliane Canopf, Giovanna Pezarico

Resumo


Na perspectiva de entender a inserção feminina no ambiente organizacional das empresas de software da cidade de Pato Branco, este estudo busca fazer uma análise à luz do fenômeno do “Teto de Vidro” e verificar os espaços ocupados pelas mulheres nas organizações. Partindo de uma abordagem qualitativa, foram utilizados questionários semiabertos encaminhados a 34 empresas desenvolvedoras de software. Um questionário foi direcionado a gestores da área de Recursos Humanos e mulheres colaboradoras que ocupam cargos de chefia/liderança. Um segundo instrumento foi destinado a gestores das empresas. Do total da amostra, foi obtido retorno preliminar de 15 questionários direcionados a gestores da área de Recursos Humanos e mulheres em cargos de chefia/liderança e 10 retornos foram dos questionários enviados aos gestores. A pesquisa de campo tem o interesse de identificar se as empresas têm em seu ambiente de trabalho mulheres em cargos de gestão e verificar os requisitos (habilidades e competências) para as mesmas se sobressaírem nestes ambientes. Os dados preliminares obtidos dos 10 retornos do questionário direcionado aos gestores mostram que dos 44 cargos de gestão 29,54% são ocupados por mulheres e o restante da amostra 70,46% são ocupados por homens. Estes dados mostram que a mulher vem conquistando espaço dentro da organização de trabalho, mas ainda existem barreiras que limitam as oportunidades de carreira e progressão profissional, o que pode ser visto como o fenômeno “Teto de Vidro” ainda presente no contexto organizacional. 

Texto Completo: PDF




Gestão e Desenvolvimento em Revista

e-ISSN 
2446-8738

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Francisco Beltrão

Rua Maringá, 1200 - Bairro Vila Nova

Francisco Beltrão – Paraná - CEP: 85605-010

| gdemrevista@gmail.com |

Sobre o Projeto SABER | Unioeste | IBICT