A PRÁTICA DE LEITURA, PRODUÇÃO DE TEXTOS E ANÁLISE LINGUÍSTICA NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA: UMA PROPOSTA DE ORGANIZAÇÃO DO COTIDIANO ESCOLAR NA PERSPECTIVA DOS MULTILETRAMENTOS

Beatriz dos Santos Clemente Machado

Resumo

Este trabalho tem por objetivo fazer uma reflexão sobre o ensino de Língua Portuguesa no contexto do século XXI, tendo como ponto de partida a proposta dos multiletramentos. Propomo-nos a discutir a aplicabilidade dos gêneros discursivos na sala de aula como condição para assegurar a construção de conhecimentos fundamentais para as práticas sociais de linguagem. Para isso, nos baseamos em estudos recentes sobre as possibilidades que os gêneros podem trazer para a prática de leitura, produção de textos e análise linguística. Pretendemos, com isso, auxiliar o planejamento dos professores que ainda se veem inseguros diante dos programas curriculares que sugerem o que eles têm de fazer, mas não dizem como. Entendemos por essa razão que este trabalho é mais uma contribuição para o ensino de Língua Portuguesa nos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio trazendo um espaço de discussão sobre o que precisa ser ensinado e alguns procedimentos pedagógicos que favorecem a democratização da escola e a interação linguística.  As inovações curriculares e novas formas de pensar o ensino e aprendizagem de língua materna já fazem parte das reflexões da maioria dos profissionais envolvidos, mas ainda há um campo aberto para pensarmos em alternativas mais eficazes, por meio da multimodalidade numa concepção interacionista de linguagem.

Palavras-chave

Ensino, Língua Portuguesa, multiletramentos

Texto completo:

PDF