REFLUXOS EPISTEMOLÓGICOS E FILOSÓFICOS NA CONSTITUIÇÃO DA ANÁLISE DO DISCURSO PECHEUXTIANA

Welisson Marques, Doris Day Rodrigues Marques

Resumo


Este artigo propõe apresentar influxos de bases epistemológica e filosófica constitutivas da Análise do Discurso de linha francesa (AD), pautando-se no constructo teórico erigido por Michel Pêcheux. Para ele, a interpelação cultural e sociohistórica do sujeito são determinantes na constituição dos sentidos e se imbricam ao materialismo histórico de base marxista, via Althusser; bem como à Psicanálise lacaniana e, também, à Linguística saussuriana. Seus escritos também sofreram interpelação de Michel Foucault, especialmente na dita “terceira época” da AD. Portanto, entre as duas correntes filosóficas que atravessam as ciências há séculos, a saber, a formalista-logicista e a racionalista-idealista, percebe-se que a AD pecheuxtiana tem estreita ligação com esta última.


Palavras-chave


Análise do Discurso pecheuxtiana; bases filosóficas; marxismo; foucault.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Línguas & Letras

 


e-ISSN: 1981-4755 — ISSN: 1517-7238

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Cascavel
Programa de Pós-Graduação em Letras 

Rua Universitária, 2069 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110

| revistalinguaseletras@gmail.com |