ENSINO-APRENDIZAGEM E METODOLOGIAS DE ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA PARA SURDOS NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Michelle Nave Valadão, Ana Claudia Vieira Mendonça, Amanda Juliana do Carmo, Fabiana de Ssouza Silva

Resumo

Durante anos as defasagens na aprendizagem da Língua Portuguesa enfrentadas pelos alunos surdos foram atribuídas à ausência do sentido da audição. Recentemente, tais insucessos têm sido relacionados ao uso de metodologias de ensino inadequadas e à falta de comunicação em Libras entre surdos e ouvintes.  Assim, este artigo relata uma pesquisa que investigou e analisou os processos de ensino-aprendizagem vivenciados por um aluno surdo do Ensino Fundamental da cidade de Viçosa-MG. O estudo foi desenvolvido por meio da abordagem qualitativa, com investigação bibliográfica, observação participante e diário de campo. Os resultados mostraram que as interações comunicativas, no contexto observado, foram restritas, pois professores e alunos ouvintes não apresentavam fluência em Libras e na escola não havia intérprete de Libras/Língua Portuguesa. As metodologias eram expositivas e com predomínio de recursos orais-auditivos. A partir dessas constatações, desenvolveram-se propostas metodológicas para o ensino da Língua Portuguesa, embasadas nas orientações dos PCNs, com adaptações para atender ao contexto escolar inclusivo. O relato reforça a necessidade de investimentos na formação de professores para atender às necessidades da educação inclusiva, a fim de melhorar a qualidade da educação oferecida aos surdos no que tange ao ensino-aprendizagem da Língua Portuguesa.

Palavras-chave

Ensino-aprendizagem, Metodologias de Ensino, Surdez

Texto completo:

PDF