UM ESTUDO DISCURSIVO SOBRE S ENUNCIADOS QUE SACUDIRAM O BRASIL NO ANO DE 2013

Denikid Araújo Albino, Célia Bassuma Fernandes

Resumo

Este trabalho tem por objetivo lançar um olhar discursivo sobre dois enunciados amplamente repetidos nas ruas das cidades brasileiras em junho de 2013, quando eclodiram manifestações populares, contra o aumento do preço do transporte urbano. Contudo, esse aumento das tarifas teria sido apenas o estopim para que os sujeitos cidadãos se mobilizassem e a ele somassem outras agendas, como o direito à saúde, à educação, à segurança pública de qualidade, e pelo fim da corrupção que assolava o país. Buscamos assim, verificar os efeitos de sentido que irromperam dos enunciados “Vem pra rua” e o “Gigante acordou” utilizados para convocar os sujeitos cidadãos para a luta e para deixar o estado de inércia moral que lhes é histórico. Do nosso ponto de vista, esses enunciados constituem um acontecimento discursivo, porque deslizam de um domínio discursivo para outro e produzem efeitos de cidadania e de que outro país era possível. Além disso, eles atestam o caráter material da ideologia na língua e o funcionamento da memória discursiva, que possibilita não apenas a lembrança e a repetição, mas também a refutação e o esquecimento. Por esse viés, tomamos a cidade não como extensão territorial, mas como um grande texto que se dá a ler, isto é, como espaço simbólico em que a história e a língua se articulam produzindo sentidos determinados pela inscrição do sujeito em redes de memória e que reclamam por gestos de interpretação.

 

Palavras-chave

discurso, memória, ideologia

Texto completo:

PDF