A PRESSUPOSIÇÃO NOS ENUNCIADOS INTERROGATIVOS DO DISCURSO DE SALA DE AULA

José Carlos Lima dos Santos

Resumo


Este estudo tem como objetivo fazer uma análise linguística, em uma perspectiva semântico-discursiva, dos pressupostos que são codificados no par pergunta-resposta (P-R) no discurso de sala de aula, nos termos de Ducrot (1987), Levinson (1983),Moura (2006). Para isso, são feitas uma análise e uma descrição dos enunciados interrogativos, qualitativamente, por meio dos dados que fazem parte do corpus O Estudo da Interação Discursiva em aulas do ensino fundamental (Cf. Santos, 2002), constituído por dez aulas gravadas, no sentido de identificar os contextos interrogativos em que são codificados os pressupostos; e a relação que estes estabelecem com as atividades desenvolvidas em sala de aula. Os resultados evidenciam que os pressupostos codificados nas perguntas estão relacionados com a estruturação do discurso, no que diz respeito a retomar informações dadas, projetar o tópico que vai ser desenvolvido e estabelecer contato com os alunos por meio da interatividade.


Palavras-chave


Par pergunta-resposta; Pressuposição; Discurso de Sala de aula.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Línguas & Letras

 


e-ISSN: 1981-4755 — ISSN: 1517-7238

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Cascavel
Programa de Pós-Graduação em Letras 

Rua Universitária, 2069 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110

| revistalinguaseletras@gmail.com |