CRENÇAS SOBRE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM: O DIZER DE UMA PROFESSORA DE ESPANHOL DA ESCOLA PÚBLICA

Andriza Pujol de Avila, Maria Tereza Nunes Marchesan

Resumo

O estudo de crenças de professores tem se mostrado um bom recurso para a reflexão mais aprofundada sobre a prática docente. As crenças, definidas como construções da realidade, surgem a partir das vivencias e experiências do professor e englobam aspectos profissionais, pessoais, emocionais e ideológicos e exercem influência sobre as práticas em sala de aula. Elucidar as crenças de professores é uma forma de desvendar o que pensam, como se sentem e quais as limitações desses profissionais. Por essa razão, considerando o valor exercido pelas crenças na ação do professor e a importância (nem sempre considerada) da avaliação da aprendizagem no processo de ensinar, aprender e avaliar, este trabalho tem por objetivo apresentar as crenças sobre avaliação da aprendizagem de uma professora de espanhol língua estrangeira de uma escola pública do interior do RS. Os resultados indicam que as crenças da professora correspondem às teorias contemporâneas de avaliação da aprendizagem e as orientações dos documentos oficiais para o ensino de línguas.  

http://dx.doi.org/10.5935/1981-4755.20170009

Palavras-chave

Crenças, avaliação da aprendizagem, ensino de LE.

Texto completo:

PDF