O CREDO DA DÚVIDA OU DO AMADORISMO DA MEMÓRIA

Rosana Cristina Zanelatto Santos

Resumo

Neste ensaio analisamos, em comparação, os romances Dom Casmurro, de Machado de Assis, e Amar-te a ti nem sei se com carícias, de Wilson Bueno, tendo por percepção a dúvida que os narradores instauram nos referidos textos, levando o leitor / o analista de literatura também a esse percurso duvidoso.

Palavras-chave

Dúvida; Memória; Intertexto; Literatura Brasileira

Texto completo:

PDF