A COMPARAÇÃO, O DISCURSO E O LASTRO CULTURAL

João Carlos Cattelan, Luciane Thomé Schrörer

Resumo


Neste artigo, por meio da utilização de um acontecimento discursivo ocorrido entre dois professores, procura-se refletir sobre os conectivos comparativos, buscando estabelecer as formas de os mesmos serem analisados do ponto de vista da gramática tradicional, da pragmática e dos estudos culturais/discursivos. Procura-se mostrar como as relações de ordem comparativa só se justificam na medida em que horizontes culturais e valores sociais comuns são levados em consideração, com os falantes, em geral, não tendo consciência da base cultural que sustenta suas crenças.

Palavras-chave


Comparação; Discurso; Lastro Cultural

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5935/rl&l.v9i17.2079

Direitos autorais



Revista Línguas & Letras

 


e-ISSN: 1981-4755 — ISSN: 1517-7238

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Cascavel
Programa de Pós-Graduação em Letras 

Rua Universitária, 2069 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110

| revistalinguaseletras@gmail.com |