A REFLEXIVIDADE DA ARTE:LITERATURA E CRÍTICA CULTURAL

Paulo Cezar KONZEN

Resumo


O texto apresenta comentários sobre a importância da reflexividade no mundo das artes, em especial num contexto de novas condições técnicas de produção, distribuição e recepção das produções artísticas no cenário contemporâneo. Para tanto, a análise se concentra na leitura do conto “O Museu Darbot” de autoria do escritor Victor Giúdice. O texto pode ser descrito como exemplo significativo para compreender certas regras do processo de institucionalização das artes.

Palavras-chave


Reflexividade; Arte e instituições; Literatura brasileira contemporânea.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5935/rl&l.v10i19.2426

Direitos autorais



Revista Línguas & Letras

 


e-ISSN: 1981-4755 — ISSN: 1517-7238

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Cascavel
Programa de Pós-Graduação em Letras 

Rua Universitária, 2069 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110

| revistalinguaseletras@gmail.com |