LITERATURA, IMPRENSA E INTERNET: O AUTOR, O LEITOR E A MEDIAÇÃO QUE SE QUER INVISÍVEL

Daniela Birman

Resumo

Neste texto, examino recentes modificações identificadas no domínio da produção e circulação da literatura no Brasil, relacionadas, entre outros fatores, ao início da divulgação desta produção na internet, à expansão da vida literária nacional e do espaço narrativo. Para realizar este exame, partirei do movimento de “desliteraturização” analisado por Silviano Santiago na história da imprensa escrita, buscando refletir, no sentido inverso ao enfatizado pelo crítico, nas diversas formas de “folhetinização” e “literaturização” que podemos encontrar hoje em meios como a internet e a televisão. Segundo buscarei mostrar, neste cenário de migração do folhetim e do literário para blogs, sites e redes sociais colocam-se questões e desafios ao crítico, tais como o surgimento de novas figuras de autor e leitor, de diferentes formas de mediação e legitimação da obra. Estas modificações são ainda essenciais para refletirmos sobre o perfil da nova geração de suplementos literários que circulam no país hoje.

Palavras-chave

Internet; vida literária; cultura contemporânea

Texto completo:

PDF