O PAPEL DO LEITOR E O GÊNERO LITERÁRIO NA RECEPÇÃO TEXTUAL: CONTRIBUIÇÕES DE TZVETAN TODOROV E VINCENT JOUVE

Suéllen de Fátima Egiert, Cláudio José de Almeida Mello

Resumo

Considerando a ênfase que o leitor assume nos estudos acerca da leitura e dos gêneros literários, este artigo apresenta reflexões sobre o papel do leitor na constituição mesma dos gêneros literários como convenções estéticas com as quais o escritor dialoga, bem como sobre questões genológicas importantes para a análise literária, que possibilita uma compreensão fruidora, e, consequentemente, a experiência estética na leitura de textos literários. O trabalho concentra-se, mais especificamente, numa reflexão sobre conceitos de leitura e as convenções estéticas do gênero fantástico, a partir dos pressupostos teóricos de Tzvetan Torodov e Vincent Jouve. A partir das reflexões desenvolvidas em relação às teorias da recepção, ao processamento da leitura e à participação do leitor na constituição do gênero fantástico, foi possível propor uma aproximação e estabelecer analogias entre os referenciais de Todorov e Jouve. Ambos os autores reconhecem a importância do papel do leitor para a completude do texto literário e sugerem que o texto apresenta características e convenções, como estratégias textuais de ordem estilística, linguística e formal que orientam o leitor para a concretização de sentidos do texto.

Palavras-chave

Estética da Recepção; Leitura; Fantástico.

Texto completo:

PDF