RELIGIOSIDADES NA CONSTRUÇÃO DO SUJEITO: UMA PROPOSTA NA FORMAÇÃO IDENTITÁRIA NO OESTE DO PARANÁ

Angélica Karina Dillenburg Horii

Resumo

O presente artigo enfoca o poder da religiosidade sobre a constituição de grupos sociais. Analisa como ocorreu a sacralidade entre homem e microcosmo nas primeiras civilizações, compreendendo posteriormente, como esse fenômeno foi utilizado pelas instituições religiosas na formação de identidades sobre territórios, em específico na região Oeste do Paraná. Observa o discurso hegemônico dos grupos religiosos na manutenção da ordem moral e ética, de acordo com os ideais de sociedade que então estavam se estabelecendo sobre o espaço em formação. Finaliza visualizando a realidade religiosa no período pós-moderno, observada através da perda da totalidade do poder institucional, transfigurada na fragmentação, na porosidade e nas bricolagens.

Palavras-chave

Religiosidade. Identidade. Região Oeste do Paraná.

Texto completo:

PDF