IL MULINO DEL PO: O ROMANCE DE BACCHELLI INSERIDO NA MODALIDADE DE ROMANCE HISTÓRICO CLÁSSICO

Odete Oliveira Tasca

Resumo


RESUMO: Este trabalho apresenta uma leitura da trilogia Il mulino del Po (1957), de Riccardo Bacchelli, obra que retrata a complexa história de uma família de moleiros, vista em três gerações sucessivas, que acontece em um século de história: o período que vai desde a derrota de Napoleão na Rússia até a Primeira Guerra Mundial, retratando o banditismo e os primeiros conflitos sociais que se deram no contexto da luta pelo Ressurgimento e pela Unificação da Itália. Na perspectiva dos estudos comparados e a partir dos ensinamentos de Georg Lukács (2011) e de Celia Fernándes Prieto (2003), dentre outros, estabelece-se o confronto entre a História e a ficção e procura-se verificar como Bacchelli, apoiando-se na concepção da história positivista, enquadra sua obra nos moldes do romance histórico clássico, uma vez que os fatos e as personagens históricas são apenas pano de fundo para a história fictícia. PALAVRAS-CHAVE: história, ficção, romance histórico clássico

Palavras-chave


história, ficção, romance histórico clássico

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista de Literatura, História e Memória - Qualis B2

ISSN: 1983-1498 — ISSN: 1809-5313


Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Programa de Pós-Graduação em Letras - PPGL

Rua Universitária, 2069 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110

| revistalhm@gmail.com |