O ANJO DO LAR X FEMME FATALE: A REPRESENTAÇÃO DA MULHER VITORIANA NA OBRA CARMILLA, DE LE FANU

Tatiana Souza, Sueder Souza

Resumo

Este trabalho analisa o discurso acerca representação da mulher vitoriana no final do Século XIX, por meio da obra literária Carmilla: a vampira de Karnstein, de Sheridan Le Fanu, em 1872. A representação angelical e meiga, o anjo do lar, uma mulher sem desejos, totalmente reprimida sexualmente e objeto do homem, é representada pela personagem Laura. Ao passo que Carmilla representa a libertação dessa mulher, rompendo com os padrões sociais deste período, Femme Fatale, mulher que sente desejo sexual, dominadora, sedutora e dona de si.

Palavras-chave

Mulher; Sexualidade; Feminismo; Gênero e Literatura.

Texto completo:

PDF