Funções probabilísticas para descrever a distribuição diamétrica em Peixe-TO

Caroline Cardoso Gama, Bruno Aurélio Campos Aguiar, Paulo Ricardo de Sena Fernandes, Eziele Nathane Peres Lima, André Ferreira dos Santos, Maria Cristina Bueno Coelho

Resumo

As funções de densidade de probabilidade (fdp’s) descrevem uma estrutura diamétrica das populações florestais, permitindo ocorrer e obter probabilidade de árvores dentro das classes de diâmetro. O objetivo deste trabalho foi determinar a melhor função, através do ajustamento das funções de densidade de probabilidade para descrever duas áreas de Cerrado sendo: Cerrado sensu stricto (3,89 ha) e Mata Ciliar (2,1 ha) perfazendo um total de 6,0 ha. Para o ajuste das funções, foram utilizados dados de diâmetro a altura do peito (DAP ≥ 6 cm) e altura total medida em metros, obtidos de inventário florestal sistemático temporário. A tabulação dos dados e determinação da estatística descritiva foi realizada através do software Excel versão 2016 e para a determinação da distribuição da frequência, o ajuste e seleção de equações matemáticas, a construção dos histogramas de frequência e os gráficos de análise de resíduos utilizou-se os softwares FitFD e SigmaPlot versão 13.0, posteriormente o teste de Kolmogorov – Sminorv foi utilizado para comprovar a aderência dos dados. As melhores funções encontradas foram do tipo exponencial para Cerrado sensu stricto e hiperbólica para Mata Ciliar, 1 Exp + C e Straight/parábola - 2, respectivamente. O teste X2 mostrou que as fdp’s selecionadas para a estimativa dos DAP’s são acurados e podem ser utilizados em outras áreas desta mesma tipologia vegetal.

Palavras-chave

assimetria; curtose; frequência; Kolmogorv Smirnov

Texto completo:

PDF